Retornar

 
  Nos anos de 1860 a 1927, as fazendas dos Breves, e particularmente as que pertenceram ao Comendador Joaquim Breves foram visitadas por diversos viajantes. Alguns ilustres, outros nem tanto. Todos foram recebidos com fidalguia, naqueles ambientes onde se falava o francês, escutava-se boa música, e eram servidos em baixelas de prata e porcelana. Muitos deles, aproveitando-se da boa hospedagem e dos lautos banquetes deixavam-se ficar por vários dias, e até meses morando com seus proprietários.
 
 
 

 

 
  Grama, Pinheiro, Olaria e Marambaia. Viagem ao feudo dos Breves.  
 
 

Histórico das propriedades

 

Altar da capela de São Joaquim da Grama 

 

 
 
     
 
© 1996/2012— Todos os direitos reservados: Aloysio Clemente M. I. de J. Breves Beiler.
História do Café no Brasil Imperial - brevescafe.net - Rio de Janeiro, RJ.